Arquivo de junho \07\UTC 2009

pior de tudo

O pior de tudo
É que eu estou incolume
Sem pressagios e sem perseguidores
Me sinto seguido
Mas não sentido
Querido, quisto
Mas não amado
Visto, vívido, mas não clamado
E sim sofrido
Poesia sem sentido
Sem chamado